quinta-feira, 8 de maio de 2014

CONQUISTANDO O IMPOSSÍVEL - Ótima Lição de Vida

   
Conquistando o impossível com uma mão

Copa do Mundo 2014 - O sonho do 

goleiro


   Em um conjunto habitacional, vivia um garoto sonhador que sonhava ser goleiro. Ele sempre assistia vários jogos, não importava campeonatos ou clubes. 
   Sua visão era as defesas do goleiro.
   

   Quando a Seleção Brasileira jogava, ele ficava abismado com as defesas do goleiro Taffarel. Ao terminar o jogo do Brasil na TV, ele começava treinar dentro de casa, chutava a bola contra a parede e na volta da bola, ele agarrava a bola como um goleiro profissional.
   Ele começou jogando racha na escola, com os seus amiguinhos de classe. Na hora do recreio, ele sempre jogava e os seus amigos diziam:
   — Puxa, Toinho! Você é um ótimo goleiro, não passa nada!
   Outro aluno tomou a frente dos outros jogadores de quadra e falou:
   — Quer jogar  no nosso time? Estamos sem goleiro! E lá aparece oleiro, procurando novos talentos.
   Assim começou o garoto a jogar na Escolinha do seu bairro, Guanabara Futebol Clube. Com pouco tempo se tornou titular absoluto do time, conseguindo várias defesas espectaculares.
   Certo dia, um oleiro chegou no campo. Ele assistiu todo o jogo e fez várias anotações em uma caderneta, ao término do jogo. O oleiro se aproximou do responsável do time e falou:
   — Bom tarde, amigo! Eu gostei muito daquele goleiro...
   Foi desde modo que Toinho, passou para um clube profissional. Mas a dificuldade de permanecer no clube não foi fácil. Porque a sua família era muito pobre, seu pai fazia pequenos serviços na sua marcenaria e a sua mãe fazia algumas faxinas.
   Muitas vezes, ele não tinha nem o dinheiro da condução para ir ao treino. Mesmo assim, ele saia de madrugada e não perdia a oportunidade de sua vida.  Começou como reserva, mas logo passou para outras categorias. Até que enfim, alcançou o time principal. Começou a viajar com o clube para participar de jogos nacionais do campeonato brasileiro.
   Com os seus primeiros sálarios, Toinho ajudou a comprar novas máquinas para marcenaria do seu pai. A sua mãe já não precisava mais fazer faxina. O goleiro Toinho e todo o seu time foram liberados depois primeira fase do campeonato, para tirar umas férias de um mês.
   Toinho foi correndo para a casa dos pais. Abraçou e beijou a mãe e foi ajudar o pai na marcenaria.
   Mas o pior aconteceu, Toinho ajudando a cortar a madeira, ele se escorregou. E a sua mão entrou na máquina e começou a gritar. O pai correu e puxou o braço esquerdo do filho, mas a máquina tinha comido a sua mão esquerda.
   Seu pai o levou para o hospital mais próximo. A sua mãe ficou em pranto, dizendo:
   — Meu Deus! O que será do meu filho sem a mão dele.
   O goleiro toinho sem a sua mão esquerda voltou para casa em pranto, pois o seu sonho de goleiro tinha acabado, agora será impossível alcançar até uma Copa do Mundo no Brasil. Grande foi a tristeza dele por ter perdido a sua mão esquerda. O clube não ia aceitar um goleiro com uma única mão.
   Mesmo com essa situação, ele não aceitou se aposentar. Lutou com a justiça e com o seu clube para defender as suas traves nem se fosse com uma mão só. O clube sempre dizia:
   — Isso é uma loucura! Se com as duas mãos, já é difícil defender, imagine com uma mão só. Se for no caso nos penaltis nem se fala.
   —Além da minha mão direita, eu tenho ainda duas pernas! Explicou o goleiro.
   Depois de muitas audiências, o clube foi obrigado a ficar com ele, nem se fosse como reserva. Mesmo assim, o goleiro aceitou a proposta. Na hora do treino, todos ficavam comentando:
   — Ele é louco! Defender só com uma mão! 
   — Era melhor aceitar a aposentadoria. Dizia outro jogador.
   Mesmo com os comentários, ele treinava sem parar, não ligava para ninguém. Se passaram vários jogos e o goleiro continuava na reserva.  O seu time chegou na grande final. No dia do jogo, todos diziam antes de começar a partida:
   — Agora é que ele não entra mesmo! Quem é doido pra colocar um goleiro aleijado na final!
  Todos saíram do vestiário e o goleiro ficou sozinho chorando. Toinho ficou de joelhos, estendeu as mãos para o céu e clamou:
   — Oh Deus! Tenha misericórdia de mim! Se o Senhor existe, conceda-me a participar da grande final! A partir de hoje, eu entrego a minha vida a ti!
   Começou a partida, Guabanara começou perdendo de dois a zero. Logo quando começou o segundo tempo, o goleiro titular levou uma pancada do jogador adversário e desmaiou. O técnico colocou as mãos na cabeça e indagou:
   — Pronto, agora perdemos!
   Mesmo assim não colocaram o goleiro Toinho. Colocaram um zagueiro no gol, mas logo o time levou outro gol e o zagueiro se machucou na hora do lance com o atacante artilheiro adversário. O técnico ficou em desespero, mas não tinha outra saída e olhou para o goleiro Toinho:
    — Já estamos perdido mesmo, vai você Toinho!
   O goleiro Toinho correu para as suas traves e se ajoelhou, agradecendo a Deus. 
   — Agora só um milagre! Disseram os jogadores do seu clube.
   — O jogo já está ganho! Colocaram um goleiro aleijado! Falaram os jogadores do time adversário.
   Mas para a admiração de todos , ele defendia como um gato em cima da bola. Ele jogou como nunca na sua vida. O seu time conseguiu empatar a partida para três a três. O time adversário fez vários ataques, mas o goleiro de uma mão só, virou um gigante e não deixou passar nada, conseguindo assim levar a partida para os penâltis.
   — Os penâltis são nossos! O goleiro não vai conseguir defender só com uma mão. Disse o time adversário já confiante.
   Quando começou a penalidade máxima, o goleiro começou a defender o gol com as suas pernas. A torcida se levantou e começou a gritar o nome do goleiro.  Quando foi no último penalti, se Toinho defendesse o gol, o seu clube se tornaria campeão.
    De repente, o jogador adversário chuta a bola em cima do apito do arbítrio. Não deu tempo, nem do goleiro Toinho pensar que tinha a mão esquerda. Ele pulou em direção a bola, e defendeu o gol somente com o seu punho esquerdo. Todos pulavam e gritavam no coro só:
   — É campeão! É campeão! É campeão!
   Pegaram o goleiro e jogavam pra cima e pra baixo. Todos os jogadores abraçam ele pelo o seu grande feito. Na hora da entrega da premiação. Gritaram mais campeão na hora do troféu de goleiro do que a taça principal.
                                                                                                        Autor: Cicero Mattos

   Conclusão: Quando nós temos um sonho e corremos atrás dele, see for permissão de Deus, o impossível se fará o possível. Nunca desista dos seu sonhos. Podem todos se levantarem contra o seu objetivo, mas a vitória é certa.
   Assim será agora na Copa do Mundo de 2014, aqui no Brasil. No meio desses jogadores, qualquer garoto humilde começou lá na escolinha do seu bairro, poderá ser o grande destaque, alguns já dizem que poderá ser o Neymar Júnior. Também poderá ser qualquer um jogador da Seleção Brasileira.
   Eu não sei, mas um garoto de classe média, vai conquistar o seu sonho nesse evento mundial, apesar dos que forem escalados, só em participar já conquistaram o seu sonho de chegar até uma Copa do Mundo.
   Então, não pare de lutar! Tudo é possível!
   Fiquem com Deus e até a próxima!!!




    Vejam outras lições de vida:

4 comentários:

  1. Obrigado, grande história.
    Suponho. Seu próprio poder. Uso de força.
    E eu quero usar corretamente. Corretamente.

    ResponderExcluir
  2. Q linda história amigo fiquei emoconada aqui ....pois é tudo q colocamos Deus na frente é bem sucedido pois ele é mestre em realizar o impossível ...e faz aquilo q não podemos ..no caso do toinho ele não podia mais teve fé força de vontade e conseguiu ...Assim mesmo q devemos ser nunca desistir dos nossos sonhos ...pq com Cristo é vencer ou vencer sempre em frente ...Parabéns

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Raimunda!
      É isso mesmo, essa é a lição nunca desistir dos seus sonhos.
      Tenha um ótimo final de semana!

      Excluir

Oi, pessoal!
Coloque aqui o seu comentário, eu responderei com prazer.

Atenciosamente,
Cicero Mattos

- cheaps1 - new5